No espectro emocional de tudo o que é possível viver existem gamas de intensidade que funcionam como fronteira de segurança.

E que quando pressentidas (pre-sentidas ao invés de sentidas) nos levam a retrair e a activar os nossos mecanismos reactivos de controlo – automáticos e inconscientes.

Integrar essas intensidades de fronteira representa a maior oportunidade de crescimento, conexão e re-invenção pessoal que temos à nossa disposição.

Se estivermos dispostos a aceitar o processo interno e sustentarmos o movimento do fluxo.

As gamas-fronteira activam-se tanto no limite “positivo” do espectro como no “negativo”:

  • Em circunstâncias de fluidez e bonança;
  • Ou de aperto e escassez.

A expansão é esférica: acontece simultaneamente em todas as direcções.

E convida-nos a sentir a vulnerabilidade perante o desconhecido e o desconforto de “não sabermos” o que irá acontecer a seguir.

A chave é sempre relaxar o nó interno:

  1. Identificar o lugar onde nos agarramos ao passado;
  2. E deixar ir o mecanismo de controlo.

Quando o fazemos abre-se espaço e obtemos toda a energia, clareza e confiança de que precisávamos para continuar.

No meu caso particular, ter empreendido o shoo foi uma decisão de aprender a lidar conscientemente com este espaço interno de vulnerabilidade.

Quando comecei não fazia ideia do espectro emocional a que me iria sujeitar: apenas sabia que queria fazer essa viagem.

Agora que escrevo, tenho a consciência de que não faço ideia dos espaços emocionais que me esperam no futuro.

O que sim tenho consciência foi que para ter chegado até aqui tive que desenvolver competência sobre a minha tendência para querer controlar as circunstâncias.

E vulnerabilizar-me para deixar ir e sentir o que antes “ignorava como sentir”.

É na conexão comigo mesmo que advém de explorar as gamas de fronteira de intensidade emocional que reside o meu centro – e o impulso para continuar a expandir.

As restantes peças acabam sempre por escorregar para ocupar o lugar certo.

Até já***
João Diogo

Recebe os Artigos por Email…

Subscrever
Subscrever